Oração do Discípulo

Senhor Jesus!
Do pesado madeiro de minha consciência, em que as minhas fraquezas te crucificaram, ouve-me os rogos e não me negues teu socorro constante.

Vidente Divino,
dá-me a graça de ver os favores com que me enriqueces, em forma de lutas e sofrimentos.

Benfeitor Eterno,
faze-me sentir a alegria do Céu, em minhas dores terrestres.

Oleiro Paciente,
aquece a argila do meu frágil coração para que se transforme em vaso proveitoso ao teu serviço.

Sábio Juiz,
infunde-me respeito às leis divinas que esperam a minha regeneração para a eternidade.

Companheiro Atencioso,
auxilia-me a ser irmão de todas as criaturas.

Médico Infalível,
cura-me as chagas íntimas, alimentadas por minha própria imprevidência.

Amigo Admirável,
sela meus lábios para o mal e inspira-me o amor infatigável ao bem.

Mestre Abnegado,
não me faltes com as tuas lições de cada dia.

Semeador Celeste,
protege a terra de minh’alma contra os vermes da má vontade e da preguiça para que eu te encontre incessantemente no trabalho que me concedeste.

Senhor das Bênçãos,
não me relegues aos inconscientes desejos que nascem de mim e sustenta-me no abençoado caminho da vida reta em que devo negar a mim mesmo, tomar a cruz salvadora de minhas próprias obrigações e marchar ao teu encontro, hoje e sempre.

Assim seja.

 

Emmanuel
Psicografia de Francisco Cândido Xavier. Do livro: Relicário de Luz